Adultos Vip » Porno » Sadomasoquismo: tudo sobre o tema!

Sadomasoquismo: tudo sobre o tema!

0 votes

Muita gente se pergunta e comenta sobre o sadomasoquismo. E também sobre como funciona o ato. E, na verdade, se refere exclusivamente à ideia de prazer quando há xingamentos, que podem levar inclusive a questões de dor física.

Há duas palavras que originam esta, que são o sadismo e também o masoquismo. Apesar dos seus significados não terem lá grande relação, juntas elas constituem o termo por completo.

sadomasoquismo

Fonte: Pinterest

Uma das dúvidas de muitas pessoas é sobre ser ou não uma parafilia clínica e é preciso entender que, só é se realmente tiver um sofrimento e ele levar ao então diagnóstico clínico. Podem e envolvem então a agressão sexual e em alguns momentos, atos de violência em outros sentidos.

O sadomasoquismo foi inclusive, em 2018, retirado do quesito diagnósticos psiquiátricos. E isso porque, foi visto que alguns comportamentos não eram relacionados a danos tanto para si como para terceiros.

E isso precisa ficar muito claro. Muita gente vê e compreende a questão pensando em relação com apenas algumas palavrinhas ditas na hora do sexo, quando na verdade, não é. Ele não mexe com a saúde em si, porque é muito mais uma questão de momento, mas é bem profundo sim. Chega a deixar algumas marcas e faz com que, por dias, o ato não possa acontecer, já que tanto a mulher, como o homem, pode não ter possibilidades e nem forças, diga-se de passagem.

sadomasoquismo

Fonte: Pinterest

O sadomasoquismo e suas especificidades

Na verdade, na maioria das definições, o sadomasoquismo se encaixa como excitação sexual, misturado com comportamento privado. Para quem confunde com os famosos fetiches, há algumas diferenças que precisam ser levados em conta.

Entre elas que os fetiches costumam ficar mais na imaginação, enquanto que o sadomasoquismo é muito mais relacionado à prática. E essas diferenças fazem com que diversas coisas não sejam necessariamente entendidas.

Tanto que, assim como nem todos os fetiches são necessariamente realizados, o sadomasoquismo é bem mais raro, porque as pessoas costumam não aceitá-lo. Afinal, não é sempre que alguém gosta da ideia de força e até machucados em maio ao ato.

Apesar de que hoje, as coisas já são um pouco diferentes. Para se ter uma ideia, em relação à porcentagem, até vinte e cinco por cento da população afirma usar o sadomasoquismo. Número alto? Com certeza. Principalmente quando pensamos que, a cada quatro pessoas, uma delas apoia a prática.

Com relação às curiosidades, uma delas é que precisa ser um consenso. Nada de apenas uma pessoa querer algo. Precisa ser recíproco e ponto final. Vale ressaltar que existem vários tipos de sadomasoquismo, não apenas um. São como se fossem graus. Dessa forma, dependendo da intensidade das coisas, tudo muda.

Um dos pontos essenciais também diz respeito ao seguinte: uma pessoa controla e a outra é controlada. Dessa forma, uma gosta de verdade de ser submissa e assim, acaba aceitando tudo o que lhe é imposto.

sexo

Fonte: Pinterest

Para se ter uma ideia, em alguns casos é feito até um contrato em que fica inserido o que pode e não ser feito. Assim, depois, nada do que aconteceu ali pode ser jogado como agressão.

E sobre massagem tântrica, o que você já sabe? Que tal ler um pouquinho?

Postagens Relacionadas

Comentário Fechado.