Adulto Vip » Curiosidades » Masoquismo: como ir da dor ao prazer

Masoquismo: como ir da dor ao prazer

1 vote

Algemas, correntes, roupas de látex, vendas e coisas do tipo podem ser profundamente excitantes na hora do sexo.

Estamos falando do universo BDSM, onde prazer e dor andam lado a lado, de mãos dadas. Essa prática tem muitos adeptos e pode ser feita com total segurança.

Se você está a fim de conhecer mais sobre essa aventura selvagem, continue com a gente.

Masoquismo: como ir da dor ao prazer

Masoquismo: como ir da dor ao prazer

Quando dor e prazer andam juntos: BDSM, sadismo, masoquismo

Os praticantes de atos que envolvem dor e prazer fazem parte do BDSM. A sigla é formada por quatro palavras que tem tudo a ver com as práticas envolvidas nesse universo.

Saiba quais são elas e o que significam:

Bondage: É o ato de amarrar o parceiro total ou parcialmente. É possível utilizar cordas, algemas, vendas, mordaças ou qualquer outro objeto para esta finalidade.

Dominação: Significa ter controle sobre outra pessoa. Em um contexto erótico, quem domina é a pessoa com autoridade e poder, responsável por aquilo que irá acontecer.

Submissão: É o ato de obedecer o(a) dominador(a). Para que exista um relacionamento BDSM entre duas pessoas, uma delas será a dominante, ao passo que a outra será a submissa.

Masoquismo: O prazer que uma pessoa tem ao ser submissa. O masoquismo pode vir da dor física,  de humilhações ou do ato de obedecer ao dominante.

Masoquismo: BSDM

Masoquismo: BSDM

SSC: a chave para explorar masoquismo e prazer

É importante deixar claro que o BDSM é uma prática sexual como outra qualquer. Isso significa que ele envolve duas ou mais pessoas adultas, que exploram o prazer juntas, de livre e espontânea vontade.

Em nenhuma hipótese o BDSM pode ser utilizado para justificar que uma pessoa seja forçada ou obrigada a fazer algo.

Daí a importância do SSC, sigla que significa São, Seguro e Consensual. Qualquer que seja a prática BDSM, ela deve ser livre de riscos, com segurança e com o consentimento de todos.

A partir disso, qualquer fetiche ou prática pode acontecer. No BDSM, como em qualquer outro relacionamento, respeito é fundamental.

Confiança, sadismo e masoquismo

Como o BDSM é um universo em que dominação e submissão fazem parte do prazer, é muito importante que os parceiros possam confiar um no outro.

É normal que o submisso se sinta bastante vulnerável durante o ato.  Sem a confiança no parceiro, a pessoa terá muita dificuldade em sentir prazer ou mesmo em obedecer o dominante.

Não por acaso, quem costuma estabelecer os limites, físicos ou psicológicos, é a pessoa que se submete. Aos poucos, conforme a relação for evoluindo, quem domina pode propor a superação dos limites.

sadismo e masoquismo

sadismo e masoquismo

O sadomasoquismo é uma prática saudável?

Sadismo é o prazer em provocar dor, ao passo que masoquismo é o prazer em sentir dor. Essa dor pode ser física ou psicológica.

No BDSM a relação entre prazer e dor acontece dentro de um contexto erótico, com o consentimento dos envolvidos. Trata-se de uma forma de explorar a sexualidade e não há nada de errado com isso.

Desde que todos se respeitem mutuamente e que as práticas sejam seguras, não há nenhum motivo para acreditar que há algo de errado com a situação.
( Fontes/imagens: unsplash.com e pixbay.com)

Postagens Relacionadas

Comentário Fechado.