Adultos Vip » Gay » Grindr: Chat, encontro e namoro gay – O que é? Como funciona?

Grindr: Chat, encontro e namoro gay – O que é? Como funciona?

0 votes

Você muito provavelmente conhece plataformas ou aplicativos voltados para relacionamentos. O que faz sucesso entre os usuários desses apps é o Tinder, mas nele você ainda acaba encontrando muita gente de forma geral. O Grindr, por exemplo, é mais direcionada ao público gay e se você não conhece, vem conhecer com a gente agora!

Antes de falar sobre o Grindr, vamos conversar um pouco sobre como conhecer pessoas novas faz bem… Às vezes estamos tão desanimados, e tudo que a gente precisa é uma chacoalhada na vida para dar um Up. Seja para conhecer bons amigos ou mesmo seu par romântico, fato é que as opções, às vezes, ficam escassas, e é para isso que o Grindr existe.

O que é o Grindr?

A metodologia do Grindr é praticamente a mesma que a do Tinder. Algumas coisas como o design e o público voltado são diferentes, mas a dinâmica é a mesma: encontrar próximas a você com o mesmo gênero e gostos (talvez).

Fonte: advocate

Você pode adicionar uma imagem ao seu perfil, fazer uma breve (ou não) descrição sobre você, pode fazer um filtro na busca por pessoas por meio de sua localização, pode bloquear pessoas indesejadas e fazer muitas outras coisas.

Mas você deve estar se perguntando: “ok, mas como usa o Grindr?”. Bem, vem comigo que agora é o momento que vou te ensinar!

 

Como funciona o Grindr? 

Fontte: yimg

Antes de sair flertando é necessário baixar o app em seu celular. Fique tranquilo pois o app está disponível para Android (por meio do Play Store) e para iOS (por meio do App Store).

Agora você precisa abrir o app que você baixou, por isso, vá até sua tela de início clique no app que tem um ícone laranja. Após, clique em “sign up” para criar conta e em seguida preencha os dados requeridos do pequeno formulário que aparecerá.

Você também pode optar por entrar direto vinculando seus dados do Facebook ao app Grindr. Concorde com os termos de uso do app e comece, então, a montar seu perfil. Toque em “add photo” para adicionar uma imagem a seu perfil (capricha, hein? A gente nunca sabe quando vai dar de cara com o nosso amor.

Em seguida preencha seu nome, juntamente com idade e termine de editar o perfil. Em seguida clique em “próximo” para ativar o perfil e pronto! Você já pode sair dando match e conversando com outros homens…

É importante lembrar que caso você queira um relacionamento sério, é necessário ativar um filtro para receber pessoas que como você, também esteja procurando um relacionamento sério.

E em caso de sexo casual, não esqueça de se proteger contra doenças… É importante se proteger para não adquirir essas doenças, afinal, você está saindo com alguém que ainda pouco conhece.

Se você está lendo esse artigo, é porque provavelmente esteja querendo conhecer o app Grindr, certo? Então, a seguir, você verá algumas dicas sobre o que não fazer dentro do app. Confira:

Coisas que você não deve fazer no Grindr

O objetivo é paquerar, não é mesmo? Mas algumas coisas que você faz podem estar te atrapalhando para conseguir um primeiro encontro. Geralmente as pessoas fazem coisas que elas nem imaginam que são as que tiram a oportunidade… Por isso, vem comigo e descubra o que não fazer nos chats do Grindr.

  1. Não comece com ‘oi’

Começar uma conversa com “oi” pode ser mais tímido do que você imagina. Parece normal iniciar uma conversa com um simples “oi”, mas em um app de relacionamentos, as pessoas esperam mais do que um “oi” ou do que o roteiro de uma conversa comum: “oi, tudo bem? Onde você mora? O que cursa?” e aí por diantes…

Que tal ser um pouco mais ousado e deixar um elogio na conversa do boy que você simpatizou? O segredo é sair da regra e partir para um início de conversa mais interessante. Fuja -literalmente- dos clichês.

2. Não use fotos erradas

Animais de estimação, paisagens e cenários pode ser lindo e encantador (para você). Nunca se esconda por trás dessas fotos e nunca as coloque por mais que você apareça… Isso pode ser totalmente decisivo na hora da pessoa devolver o match, e se ela não gostar, já era, perdeu sua chance.

Outro ponto importante para falar sobre fotos erradas é: utilizar foto fake ou que cubra o rosto. Geralmente outros homens não veem isso com bons olhos e de fato, algo de errado tem.  Nem o homem mais desesperado dos desesperados aceitaria se envolver com uma pessoa que não consegue mostrar quem realmente é.

  1. Não minta sobre você

Mentir sobre a foto não é ok e mentir sobre você, muito menos. Na hora de fazer sua descrição em seu perfil, seja sincero, afinal, o que você tem a esconder?  É muito chato marcar encontro com alguém, chegar no local e perceber que a pessoa é totalmente diferente do que ela se promoveu.

  1. Fotos enganam

Se por um lado você pode omitir sobre você, pelo outro lado também pode acontecer. Fique esperto, hein?  Desconfie de fotos tampando o rosto com bonés e óculos, e para sua segurança, confirme sempre de que são os mesmos rostos em todas as fotos disponíveis no perfil do gato (pode conferir o corpo também, viu?).

5. Diga não se não quiser

Vai ser quase impossível passar por um perfil e não ver foto de barriga, bíceps, bumbum e outros. Você não é obrigado a colocar em seu perfil também, ok?

 

Falando em fotos um pouco mais sensuais, se o gato quiser enviar nudes (e você quiser receber), está tudo bem. Mas se você não quiser se expor e tiver pressão, não se submeta, beleza? Você pode marcar um encontro para se for te deixar mais confortável, ou ainda pode bloqueá-lo.

6. Sede demais pode te afogar

Se por um lado iniciar a conversa de jeito diferente que não seja com “oi” pode ser bem legal, chegar com perguntas “pesadas” a primeiro instante também pode ser bem ruim.

Isto é, já chegar querendo saber se o boy é passivo ou ativo, se ele já quer transar e sair contigo hoje mesmo, pode ser assustador. Vá com calma, afinal, mais vale conversas tranquilas antes do encontro é um sexo mais pesado no encontro.

Inverter os papéis pode deixar o boy (e até você) um pouco desconcertado na hora do vamos ver mesmo. E aí, toda aquela propaganda e expectativa criada antes, pode ir por ralo abaixo.

  1. Contato visual

Se por um lado ter conversas agradáveis pelo virtual pode ser ótimo, pessoalmente mais ainda. Não se limite a regime virtual e apenas. É claro que todo cuidado deve ser tomado, então, se possível, de uma pesquisada sobre ele no Facebook, no Instagram e quem sabe uma espiada no YouTube sobre os vídeos que ele já curtiu.

Por fim, se tiver amigos em comum, melhor ainda. Não economize palavras ao perguntar sobre o boy para descobrir se ele é confiável ou não.

Pronto, agora você já sabe como utilizar o app Grindr e o que não fazer quando for fazer o primeiro contato com o boy.

Postagens Relacionadas

Comentário Fechado.