Adulto Vip » Fetiche » Dominatrix: Mulheres poderosas no comando

Dominatrix: Mulheres poderosas no comando

0 votes

Dominatrix: Tudo o que você precisa saber sobre elas e como iniciar esse fetiche

Dominatrix é um termo que se tornou bastante popular nos últimos anos. Muitos homens gostam de ser dominados pelas mulheres, embora o preconceito faça com que alguns escondam esse fetiche.

O termo dominatrix faz parte do BDSM, sigla que denomina várias práticas sexuais que envolvem submissão, sadomasoquismo e outras. Todas essas práticas são consensuais e geralmente tudo o que será feito é combinado com antecedência.

O surgimento da mulher dominatrix

A história da mulher dominatrix remonta milhares de anos. Antigos textos citam a existência de uma mulher forte, dominante, que fazia com que os homens e deuses se submetessem a ela. Ao longo do tempo esse termo foi ganhando força, mas a dominatrix como profissional, surgiu nos bordeis durante a idade média.

No século XIX, as dominatrix ganharam força na Europa. Existiam estabelecimentos onde práticas de submissão ocorriam. Esses lugares eram distintos dos bordeis e conhecidos como “Casas da Disciplina”.

A dominatrix moderna

dominatrix

No século XX, surgiram os apetrechos utilizados para tal prática. Roupas de borracha, couro e objetos começaram a se popularizar, no entanto, vários mitos foram surgindo acerca desse tema.

O primeiro deles é achar que todas as dominatrix, ou domme, como também são chamadas, tratam-se de garotas de programa. A dominação pode ou não envolver sexo. Muitas mulheres trabalham sem que o cliente seja autorizado a tocar nela.

Como ser uma dominadora?

dominatrix

Uma dominadora, domme ou dominatrix, é uma mulher que sente-se atraída por dominar física ou psicologicamente o parceiro. Esse será chamado de “submisso”.

Na comunidade BDSM existem dois tipos principais de dominatrix: As primeiras exploram seus fetiches com o parceiro em momentos específicos. O segundo tipo é o daquelas que assumem esse papel dominante de forma permanente. Essas mulheres fazem com que seus parceiros sejam submissos o tempo inteiro, por vezes essa é a base do relacionamento.

Para ser uma dominatrix, é necessário ter uma comunicação cuidadosa com o parceiro. Essa e qualquer outra atividade deve ser realizada com o consentimento e interesse da outra pessoa, portanto, tenha isso como princípio.

Dicas importantes para uma experiência inesquecível

dominatrix

1. Mostre seu interesse

Se você está lendo esse artigo, provavelmente tem vontade de iniciar, caso ainda não o tenha feito. Nem sempre é fácil expressar o que queremos, dessa forma, tente sondar a outra pessoa.

Mostre seja conversando ou através de sinais, o seu interesse. Observe como a outra pessoa reage, se a ideia agrada ou não. Sugira filmes sobre a prática, mostre matérias ou qualquer outro recurso interessante.

2. Decida o que vocês gostariam de fazer

A decisão pode ser tomada em uma conversa, entretanto, fazer uma lista pode ajudar bastante. Decidam o que pode ser feito e o que é proibido, afinal é importante saber se os envolvidos gostam ou não de determinado ato, para que a experiência não seja frustrante.

3. Tenha a mente aberta

Realizar um fetiche implica em experimentar essa situação sem quaisquer julgamentos. Trate os desejos da outra pessoa com o devido respeito, afinal, a sexualidade humana é bastante vasta.

4. Coloque toda a sua confiança em prática

Para ser uma dominatrix é necessário ter bastante confiança. Concentre-se, assuma o controle e deixe a timidez de lado, mostre o mulherão que você é.

5. Tire o foco do sexo

Em vez de se concentrar no sexo, aproveite para criar momentos gostosos, fazendo com que novas descobertas e brincadeiras sejam feitas.

6. Utilize acessórios

Imagens: Pornpics.com

Os acessórios são uma parte fundamental da experiência. Aprenda a utilizar os adereços antes de iniciar uma sessão de dominação. Algemas, chicotes, vendas e outros, podem tornar tudo ainda mais sexy, no entanto, o ideal é sempre começar com opções mais leves.

7. Tenha uma boa postura corporal

Uma dominatrix precisa mostrar todo o seu poder e a postura corporal diz muito sobre isso. Mantenha-se sempre erguida, o subconsciente do parceiro vai saber que você é quem manda.

8. Tenha uma palavra de segurança

Antes de iniciar uma experiência do tipo, é necessário combinar com o parceiro uma palavra de segurança. Isso vai ajudar o submisso caso a dominatrix passe dos limites.

Em conclusão, ter fetiches é algo completamente comum, e ser uma dominadora, além de proporcionar prazer, serve como ferramenta de libertação e autoconhecimento.

Postagens Relacionadas

Comentário Fechado.