Adultos Vip » Gay » Dia do sexo gay: Conheça os fetiches mais comuns

Dia do sexo gay: Conheça os fetiches mais comuns

0 votes

Quando o assunto é o dia do sexo gay, muitas coisas vêm na cabeça das pessoas. Principalmente quais são as formas que eles utilizam para se satisfazer sexualmente.

Os fetiches são uma das formas que os homossexuais utilizam para conseguir os seus objetivos sexuais.

Entre eles, a olfactologia, a marcofilia e a narratofilia. A seguir veremos estes fetiches mais detalhados.

Para algumas pessoas, pode até parecer estranho ter um dia do sexo gay específico, mas a explicação para isso é simples.

Os gays demoraram muito tempo para conseguirem seu espaço em meio à sociedade e agora que isso aconteceu efetivamente falando, eles resolveram aparecer em todos os espaços e momentos possíveis.

Porém, os fetiches são muito comuns no caso dos héteros também, já que é muito raro alguém que nunca tenha tido sonhos ou pensamentos eróticos, bem diferentes do que estão acostumados.

Um dos mais tradicionais no mundo hétero é inclusive, transar com mais pessoas e não apenas no tradicional, que seriam dois.

As fantasias utilizadas na hora do sexo, como de enfermeira e colegial, bem tradicionais, também são consideradas fetiches.

Mas, no caso do dia do sexo gay, as coisas são um pouco diferentes. A ousadia muda e a forma como eles imaginam as questões sexuais também. É claro que também existem opções menos ousadas, mais algumas delas são bem ideias bem autênticas.

Dia do sexo gay: os fetiches são recíprocos?

Nem sempre, isso não é uma regra. E é algo que fica ainda mais claro no dia do sexo gay. Muitas vezes, uma das partes tem alguns fetiches e se sente atraída por algumas questões e a outra simplesmente não. Assim como ocorre com qualquer casal.

O único detalhe é que, no caso dos gays, muitas vezes os fetiches são um pouco diferentes e podem inclusive assustar um pouco algumas pessoas, que não necessariamente aceitarão as opções propostas.

Por isso, dizer que o dia do sexo gay chegou para acabar com os tabus sobre o fetiche, não pode ser considerado. Na verdade, é um dia específico para acabar com o preconceito.

Mas assim como em casais héteros, um dos dois em meio ao casal gay pode simplesmente não concordar com os fetiches e assim, não coloca-los em prática.

Às vezes, um dos dois nem fica sabendo que aquele fetiche existe e acaba permitindo que ele ocorra sem nem perceber.

Um exemplo são aqueles relacionados às partes do corpo. Acredite se quiser, há quem tenha como maior fetiche sempre o pé da outra pessoa.

Agora, aí vai uma dica caso você não se envolva cem por cento com o fetiche de seu parceiro: isso pode sim ser prejudicial para o relacionamento de vocês e vou explicar o motivo.

Nem sempre o outro compreenderá o motivo de você não aceitar o que está sendo proposto. Por isso, o diálogo é sempre a melhor escolha, seja no dia do sexo gay ou em qualquer outro dia.

Os fetiches mais comuns relacionados ao dia do sexo gay

Para quem não sabe, o significado de fetiche são coisas incomuns que possuam propriedades mágicas. Inclusive, antigamente, essa denominação era relacionada com o lado religioso.

A partir do século XIX, foi então vista como uma questão sexual. Mas agora, chega de conversa. Vamos conhecer os fetiches relacionados so dia do sexo gay?

  • Salirofilia

Sabe aquela coisa de o seu parceiro sexual ter que estar limpinho e cheiroso para a prática sexual? No caso da salirofilia, isso não é regra. O que excita é a sujeira e o suor após um dia longo de trabalho.

Isso inclui até questões como graxa pelo corpo ou um pé com cheiro forte. Meias molhadas então, é um fetiche que muita, mas muita gente mesmo tem. E o que é feito com elas? Às vezes até esfregado na cara.

Portanto, a salirofilia traz toda a questão da saliva e do suor. Tudo que envolver isso durante o ato sexual, faz parte do processo. Isso inclui cuspir, lamber e assim por diante.

Algumas pessoas chegam a sentir prazer pela outra estar conversando cuspindo, por exemplo.

  • Klismafilia

Quando o assunto á a lavagem anal, as pessoas tem muito em sua mente que isso só acontece pelas questões higiênicas.

Mas para algumas pessoas, isso traz um prazer e tanto. É a chamada chuca e ocorre da seguinte forma: a pessoa fica com tesão de ver a outra ou de ajuda-la a se lavar nas partes íntimas.

A klismafilia é então, a prática de inserir tanto a água, quanto qualquer outro líquido justamente na parte anal, como se fosse uma forma de sentir prazer.

Outras opções de fetiches

As opções de fetiches não param por aí. Vamos ver mais alguns deles?

  • Agorafilia

Este é um fetiche geral, não apenas tido mais pelos gays. Ele consiste em transar em algum lugar público.

A ideia é justamente realizar o ato sexual porque ele se faz proibido. Pode ser porque é em um lugar que todo mundo passa, em um lugar deserto, mas aberto, não importa.

O que dá o prazer é a adrenalina presente na ideia de que tudo pode acontecer do nada e alguém pode acabar flagrando a situação.

Para algumas pessoas, até o ser pego causa o prazer e faz com que a pessoa chegue ao máximo de tesão.

Para os que acreditam que é algo desejado apenas pelos solteiros, uma notícia: de forma alguma. Diversos casais que possuem relações bem estáveis também desejam a prática.

Banheiros públicos, carros, provadores e elevadores são algumas das escolhas das pessoas. Porém, vale lembrar que há riscos nessa prática. Como a prática do ato sexual é proibida em muitos locais, até questões burocráticas podem passar a te incomodar.

  • Urolagnia

Escolhido como último fetiche para ser trazido neste momento, a urolagnia é a ideia de levar uma mijada ou ainda, fazer xixi em alguém.

Chuva dourada é outro termo utilizado para representar a questão. O prazer da pessoa acontece justamente no momento em que ela entra em contato com o xixi da outra.

O odor que a urina possui é dito como um dos pontos que mais proporciona prazer, por incrível que pareça.

Vale lembrar que, no caso desse fetiche, precisa ser uma opção dos dois. Já imaginou fazer xixi no outro sem ser uma coisa que ele saiba e aprove? As consequências podem ser bem desastrosas.

Você sabia que até a Barbie apoia o casamento gay?

Postagens Relacionadas
  • b.redatora 7 dias ago
  • Categorias: Gay

Comentário Fechado.