Adultos Vip » Gay » Como contar a sua família que você é gay?

Como contar a sua família que você é gay?

0 votes

Parece até estranho estar falando sobre esse assunto. Como se contar a sua família que você é gay fosse um problema.

Contar família gay 1

Fonte: WikiHow

Não deveria ser. Mas é. Principalmente pelo medo, o receio que a maioria das pessoas acaba tendo sobre qual vai ser a reação do outro.

Seja esse outro o pai, a mãe, uma tia, os avós, primos, não importa. Nesse espaço será falado da família de modo geral.

Caso a sua dúvida maior seja apenas contar a seus pais, te recomendo acompanhar este conteúdo.

Eu acho que minha família vai aceitar!

Você achar isso, já é um grande passo. Isso significa que, provavelmente, o preconceito passa longe de vocês.

Mas, não há nenhuma certeza, certo? O assunto ainda não foi discutido e é só as coisas acontecendo para você ter certeza.

Contar família gay 2

Fonte: HuffPost

Até porque, agora não é mais com os outros. É com você. E isso pode levar a sua família a agir de uma forma completamente diferente do que você espera.

Por isso, ter paciência é fundamental nesse processo. Depois de contar, deixe-os quietos por um tempo. Permita que eles pensem sobre. Se for o caso, espere que eles te procurem e não você.

Nada de se precipitar ou ficar ansioso. É um assunto delicado para algumas pessoas e essa cobrança por uma resposta pode gerar alguns problemas.

Um deles é você acabar ouvindo o que não quer. As pessoas, no calor da emoção, acabam falando coisas que, se pensassem melhor, não diriam. Por isso dar um tempo a elas é tão fundamental.

Lembre-se que, por mais compreensivas e até estudadas as pessoas sejam, nem sempre reagem da mesma forma com relação a situações específicas.

Antes de contar a sua família que você é gay, tenha certeza de querer assumir

Acredite você ou não, algumas pessoas passam a vida inteira sem assumir que são homossexuais para a sua família e para elas, está tudo bem.

Assim como algumas sofrem por não contarem e guardarem isso para si. Por isso, caso você tenha certeza que quer contar, com certeza tudo será mais fácil, pois você não vai mudar de ideia no meio do caminho.

Contar família gay 2

Fonte: Emais

Converse com as pessoas sobre o assunto. Isso também pode te ajudar e muito. Faça tudo o que puder para se sentir melhor e não achar que a sua opção sexual é um problema. Muitas pessoas pensarão isso. Você não precisa ser mais uma delas.

Outra sugestão é antes de contar a sua família sobre, falar sobre o homossexualismo com eles, de modo geral, para ver o que dizem a respeito.

É claro que eles podem dizer que acham até natural e quando for o seu caso, agirem diferente. É a coisa mais normal do mundo.

Mas pelo menos você já terá uma ideia de como as coisas vão acontecer.

Caso tenha um primo bem próximo ou uma tia mais chegada, conversar com eles pode ser uma excelente ideia. Assim, você acaba conseguindo alguém que seja como se fosse um aliado no sentido de contar para sua família que você é gay.

Não ligue para julgamentos de ninguém

Não importa se a pessoa é da sua família ou não. Se ela te julgar, não ligue. Tenha certeza que, ao deixar as pessoas falarem e reclamarem sozinhas, você vai perceber que, se sentirá muito mais leve.

Nada é mais importante do que a sua saúde mental e caso queira mantê-la intacta, precisa aprender a ser mais imparcial.

Contar família gay 4

Fonte: iGay

Querem falar sobre a sua escolha sexual? Deixa que falem. Querem julgá-lo? Tudo bem. Você sabe o que quer e o quanto isso te faz bem. E é só isso que interessa.

Caso ao contar a sua família que você é gay alguém preferir ficar longe e realmente o tempo passar a nada mudar, não a julgue também. Assim como você não quer estes julgamentos.

Perdoe quem não te aceitar. A família é nosso bem maior e eles só querem o nosso bem. Nem sempre conseguem demonstrar isso da melhor forma possível, mas é assim que as coisas funcionam.

E não é porque algumas pessoas não te aceitam que você precisa ter medo de, por exemplo, se assumir no trabalho ou para seus amigos.

Faça tudo o que tiver vontade

Assuma. Não assuma. Mas esteja bem consigo mesmo. Isso é o que importa de verdade.

Quanto às redes sociais, caso esta seja a sua dúvida, você deve escolher o quanto quer expor suas vontades e desejos e também escolhas. E isso não vale apenas para os homossexuais e sim para os héteros também.

Todo mundo pode fazer o que bem entender, desde que entenda que existem consequências quanto a isso.

Caso você decida, por exemplo, postar para todas as pessoas suas escolhas sexuais e isso te fizer bem, não há problemas nessa questão.

Apenas saiba que, se expondo, as críticas podem ser muito maiores. Porém, mais uma vez entenda que, caso essa seja a sua decisão, não há com o que se preocupar.

Quando contar a sua família que você é gay, o que fazer de acordo com as reações das pessoas?

Não há como adivinhar as reações, mas como ter uma ideia, com certeza. Caso os seus pais sejam mais conservadores, por exemplo, ou já tenham falado sobre o assunto com você e demonstrado não serem muito a favor do homossexualismo, comece devagar.

Dessa forma, comente o quanto essa é uma escolha que te fez bem e que você realmente ficaria muito feliz caso eles entendessem o seu lado também, te respeitassem, pelo menos.

Fale sobre a quantidade de casos atualmente, que é bem grande e que estas pessoas já sofrem preconceito demais foram, por isso, ter o apoio da família é bastante importante.

Imagem relacionada

Fonte: XVídeos

Faça de tudo para que eles comecem a ver as coisas através da sua visão e não apenas fiquem com a ideia de que tudo será difícil demais.

Muitas famílias sofrem ao saberem justamente pelo medo do que o filho, sobrinho, neto sofrerá. As pessoas sabem exatamente sobre a sociedade em que vivem e o quanto ela discrimina.

 

Postagens Relacionadas

Comentário Fechado.